Criança de 2 anos e monitorado são baleados em guerra entre facções no interior do Acre

O monitorado por tornozeleira eletrônica Diego Souza Cristo, 22 anos, e o filho dele, de 2 anos, foram feridos por diversos disparos de arma de fogo na no final de tarde neste sábado (21), na rua Coqueira Campos, no bairro Cafezal, no município de Sena Madureira, no interior do Acre.

Segundo informações da polícia, Diego estava caminhando em via pública com o filho de 2 anos no braço, quando foram surpreendidos por criminosos armados que estavam em um carro e atiraram várias vezes com as vítimas.

O monitorado Diego foi ferido com dois tiros, sendo que um tiro atingiu na coxa esquerda e outro na perna esquerda do jovem. Já a criança de 2 anos foi ferida com três tiros, sendo que um na mão esquerda, um no pé direito e outro que quebrou a perna esquerda da vítima. Após a ação, os bandidos fugiram do local no carro.

Populares que ouviram os tiros correram para socorrer as vítimas e acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que prestou os primeiros atendimentos e encaminhou pai e filho para o Hospital João Câncio Fernandes, em Sena Madureira. Depois da avaliação e devido a gravidade das lesões, os dois foram transferidos para o pronto-socorro de Rio Branco, em estado de saúde estável, porém, terão que passar por intervenção cirúrgica.

Policiais Militares do 8° Batalhão estiveram no local do ocorrido e colheu informações para tentar procurar pelos autores do crime na região, mas ninguém foi encontrado até o momento.

Ainda segundo a polícia, o caso é mais um capítulo da guerra entre facções criminosas. Uma equipe de agentes da Polícia Civil da Delegacia de Sena Madureira irá investigar o caso.

FONTENa Hora da Notícia
COMPARTILHAR