Monitorado por tornozeleira tem casa invadida e é ferido a tiros no Acre

O monitorado por tornozeleira eletrônica, Uires Carlos Ribeiro, 35 anos, vulgo “Tifi”, foi ferido a tiros na noite desta terça-feira (23), na rua Ruanda, no Bairro Cabreúva, na região da Baixada da Sobral, em Rio Branco.

Segundo informações da polícia, Uires estava dentro da própria residência, quando três criminosos chegaram em um carro modelo Gol de cor branco e ficaram parados na esquina. Dois dos bandidos desceram encapuzados e, de posse de armas de fogo, foram até a casa do monitorado e invadiram o imóvel. Mesmo com os familiares do monitorado no local, os atiradores foram até a vítima e disparam três vezes, sendo que um tiro atingiu o peito e outro nas costas de Uires. Após a ação, os bandidos voltaram correndo para o veículo e fugiram do local.

Vizinhos ajudaram Uires, acionando duas ambulâncias e a Polícia Militar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) enviou uma ambulância de suporte avançado e outra básica ao local. Os socorristas prestaram os atendimentos à vítima, que foi encaminhada ao pronto-socorro de Rio Branco em estado de saúde gravíssimo.

Policiais militares do 1° Batalhão estiveram no local, realizaram ronda ostensiva e não tiveram êxito em prender os autores do crime.

A motivação do crime seria mais um capítulo da guerra entre facção criminosa por disputa de território na Baixada da Sobral. O caso segue sob investigação dos agentes de Polícia Civil da Equipe de Pronto Emprego (EPE), da Delegacia Especializada de Investigação Criminal (DEIC).

FONTENa Hora da Notícia
COMPARTILHAR