PF faz operação contra vereador, ex secretários, e servidor de prefeitura de município do Acre

Agentes da Polícia Federal cumprem mandados de busca e apreensão contra dois ex secretários de Saúde de Tarauacá, na gestão da ex-prefeita Marilete Vitorino, e um atual vereador da cidade, nesta quarta-feira, dia 25. A ação faz parte da investigação sobre a prática de crimes de corrupção eleitoral ativa e passiva, associação criminosa e peculato ocorridos durante as eleições municipais de 2020 em Tarauacá/AC.

A operação é fruto de apuração de denúncias que chegaram ao conhecimento do Ministério Público Eleitoral. Estão sendo cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas casas dos investigados, com a participação de aproximadamente 16 policiais federais. A investigação começou em agosto de 2021, mais de seis meses depois do pleito de 2020.

Segundo a Polícia Federal, descobriu-se um esquema de compra de votos operado por associação criminosa formada pelo vereador, dois ex-secretários de saúde e um servidor público municipal. O grupo negociava votos com eleitores para os cargos de prefeito e vereador.

A trama delituosa era concretizada pelos candidatos quando entregavam aos eleitores vantagens diversas como dinheiro, passagens rodoviárias, gêneros alimentícios, dentre outros itens utilizados para a compra do voto. Durantes as diligencias policiais, verificou-se que parte dos recursos utilizados na compra de votos era oriundo do cofre público, o que também caracteriza o crime de peculato.