Quatro alunos soldados desistem do curso de formação da Polícia Militar do Acre

A “Semana Zero” de todo curso de formação é sempre a mais sugada para os alunos. Nem todos os candidatos estão preparados para os testes físicos e psicológicos aplicados pelos militares veteranos no início do curso.

Em menos de dez dias de curso, quatro integrantes aprovados do cadastro de reserva da Polícia Militar, desistiram do CFSD.

Ao todo, foram convocados para o curso cerca de 198 integrantes do CR, destes, 194 permanecem na batalha. “De acordo com o diretor de Ensino da Polícia Militar, coronel Emílio Virgílio de Oliveira, quatro acabaram desistindo. É um procedimento natural, durante meu curso mesmo houve baixas*, ressaltou.

Na tarde de sexta-feira, 10, o sargento Paz, havia divulgado nas redes sociais que cerca de 15 alunos haviam desistido do aguardado curso de formação, porém, a informação foi desmentida pelo comandante da PM, coronel Paulo César Gomes.

Nos últimos dois anos e meio do governo Gladson Cameli, quase mil novos profissionais foram convocados para reforçar os quadros das forças policiais. Somente na PM, já são 444 contratações. A previsão é que esse número aumente até o fim de 2021.

O curso
Com carga total de 2.135 horas, o CFSD contempla aulas práticas e teóricas em 52 disciplinas, como Direito Penal, Policiamento Comunitário, Policiamento Ostensivo Geral e Direitos Humanos. Toda a capacitação será realizada nas dependências do Centro Integrado de Ensino e Pesquisa em Segurança Pública (Cieps), na capital. Cada aluno-soldado receberá remuneração mensal de R$ 4.344,22, durante o período do curso.

COMPARTILHAR