Vereador Jean Almeida quer abertura de restaurantes e trafegabilidade de pessoas nos rios de Mâncio Lima

Por iniciativa do vereador Jean Almeida (PT), a Câmara de vereadores de Mâncio Lima convocou o comitê de enfrentamento da Covid-19 para tratar sobre a flexibilização das regras, com possível abertura do percentual de 20% de restaurantes em Mâncio Lima e a autorização para que as pessoas possam trafegar pelos rios Môa e Azul, em especial à Serra do Divisor.

A proposta do vereador Jean Almeida é que a prefeitura de Mâncio Lima siga o decreto estadual, que permite a abertura de 20% de alguns segmentos do comércio. Jean pede a reabertura de restaurantes, lanchonetes e sorveterias, além da autorização para que as pessoas possam fazer seu deslocamento nas áreas ribeirinhas, obedecendo as regras sanitárias.

De acordo com o parlamentar, a secretária de saúde do município Ajucilene Gonçalves foi favorável à demanda dos vereadores, e ficou pactuado uma conversa posterior do legislativo com o executivo para selar o acordo entre os poderes.

“Nossos comerciantes estão prejudicados. São chefes de famílias que estão impossibilitados de trabalhar e deixam de gerar emprego e arrecadar impostos para nossa cidade. Os comerciante não podem ser vistos como “foras da lei”. Devem sem vistos como parceiros e colaboradores, por isso me posiciono pela flexibilização dessas medidas”, disse Jean Almeida.

O comerciante Clenison da Costa que tem uma mercearia no bairro Guarani conta que perdeu o emprego há alguns meses, e que viu no comércio a possibilidade de ganhar um dinheiro digno para honrar suas dívidas e sustentar a família dele. “Estou aqui tentando me reerguer, e vem os fiscais e já me aplicaram duas multas, me tratando como se eu fosse um bandido. É doloroso saber que somos multados por trabalhar”, desabafou o comerciante.

COMPARTILHAR