AINDA FEZ POSE: no Acre, homem que levou viatura da PM a cair em córrego vira réu

Justiça aceita denúncia; acusado chegou a ser solto em audiência de custódia mas teve que voltar para a cadeia e agora vai enfrentar julgamento

Um homem que colidiu com uma viatura da Polícia Militar, que o perseguia após uma série de assaltos cometidos em companhia de uma adolescente de 14 anos, que também foi atingido pela viatura, agora é réu na Justiça.

Rodrigo Gomes de Mesquita, o homem que pilotava moto atingida na manhã do domingo de Natal do ano passado, chegou a ser solto, dois dias depois de ser preso, em audiência de custódia, para prisão domiciliar – mas a liberdade do preso causou grande repercussão negativa e a desembargadora Denise Castelo Bomfim, do Tribunal de Justiça, decidiu revogar a decisão e o acusado voltou a ser preso e agora passou a ser réu e vai enfrentar julgamento.

Na ação da polícia, que foi filmada por câmeras de segurança, a viatura policial que atingiu os dois criminosos chegou a cair dentro de uma ribanceira de um córrego de uma rua na Vila Betel, Conjunto Esperança, no bairro Floresta Sul. Na ação, um dos policiais que estavam na viatura teve um dos braços fraturados e teve que passar por pelo menos duas cirurgias.

A pedido do Ministério Público, o acusado teve a prisão preventiva convertida em prisão domiciliar com o uso de tornozeleira eletrônica, mas a divulgação na imprensa, junto com as imagens da ação policial, causaram revolta. Mesquita já tinha passagem pela polícia por homicídio qualificado, ocorrido em 2001. Além de ser possivelmente condenado pelos crimes de homicídios e de roubo, ele deverá também ser indiciado por corrupção de menores, já que cometia os assaltos em companhia do adolescente de 14 anos, o qual foi apreendido.

No dia da ocorrência, os dois haviam realizado roubos em sequência em três endereços na região da Baixada da Sobral. Armada, a dupla estava realizando o primeiro roubo na Rua São Pedro, no bairro Bahia Nova. De forma violenta, os bandidos subtraíram o celular de um homem que estava ao lado da própria filha. Na fuga os criminosos ainda atiraram contra populares, mas ninguém foi alvejado.

No segundo roubo, na Rua Ary Rodrigues, no bairro Aeroporto Velho, também na região da Baixada da Sobral, os suspeitos renderam outra vítima e teriam roubado o celular dela, e em seguida fugiram na moto que eles estavam, uma Titan, de cor vermelha. O terceiro roubo ocorreu na Rua Rio Grande do Sul, também no bairro Aeroporto Velho, quando a dupla invadiu uma residência e rendeu uma mulher e os netos dela, e subtraíram vários celulares da casa. Após a ação, os bandidos fugiram na motocicleta usada em todos os crimes.

Ainda na Baixada da Sobral, uma guarnição avistou a dupla e começou a perseguição, que foi até a área do bairro Floresta Sul, em uma rua sem saída. Os assaltantes perceberam o fim da rua e reduziram bruscamente, momento em que a viatura ainda chegou a tocar na moto e depois perdeu o controle e caiu dentro do córrego.

Um vídeo gravado por circuito de segurança de uma residência mostra a queda da viatura no córrego e a prisão dos bandidos que ficaram feridos após caírem da moto. Um policial militar acabou quebrando o braço esquerdo.

FONTEContilnet
COMPARTILHAR