Ônibus que saiu de Cruzeiro do Sul para Rio Branco fica no prego por falta de combustível

Passageiros que saíram de Cruzeiro do Sul com destino a Rio Branco na noite de ontem (16), procuraram o ac24horas para relatar que, além das péssimas condições da BR-364, ficaram horas parados na estrada por problemas mecânicos que estariam relacionados a falta de combustível.

Segundo relatos de passageiros, o motorista que assumiu a viagem em Tarauacá disse que com pouco combustível, a bomba responsável pela circulação do líquido acabou sofrendo entrada de ar. O veículo lotado ficou parado a cerca de 75 quilômetros da capital por quase três horas, e só voltou a funcionar quando foi reabastecido.

Outra reclamação de quem fez a viagem é que, segundo a denúncia, o ônibus da empresa Trans Acreana fez diversas paradas para entrada de novos passageiros fora das paradas comuns. Os novos passageiros pagavam pequenas quantias ao motorista para percorrer trechos mais curtos e, como os assentos estavam ocupados, pessoas acabaram viajando em pé ou sentados no chão.

“Quando meu esposo questionou o motorista sobre cobrar o valor e deixar os passageiros irem em pé ou sentados no corredor do ônibus, ele mandou ir reclamar na empresa”, disse Sueli Melo que veio à capital para tratamento de saúde.

Sirney Vale, que também viajava, tirou uma foto das normas do CONTRAN que explicita a proibição de passageiros viajando a pé ou nos degraus. O material publicitário estava exposto no mesmo ônibus em que as supostas irregularidades aconteceram.

Os passageiros chegaram à Rodoviária Internacional de Rio Branco após 17 horas de viagem.

A reportagem procurou a empresa Trans Acreana, que não respondeu aos questionamentos. O ac24horas mantém aberta a disponibilidade para resposta da empresa.

FONTEAc24horas
COMPARTILHAR