No Acre, Projeto de Lei pode abrir brecha para convocação de cadastro de reserva no IDAF

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Acre aprovou nesta terça-feira (28) projeto de lei que torna o Instituto de Defesa Agroflorestal do Acre (Idaf) de interesse público na área de sanidade animal e vegetal.

Com esse status, abre-se a possibilidade de o órgão reforçar as equipes técnicas de modo a convocar os candidatos do cadastro de reserva do concurso da autarquia.

“Coloca o Idaf em outro patamar”, disse o deputado Evaldo Magalhães (PCdoB) ao parabenizar o relatório favorável do líder do governo, deputado Pedro Longo (PDT).

O autor do PL, deputado Jenilson Leite (PSB), também agradeceu a Longo pelo relatório e disse que é ilógico o Idaf ainda não ter obtido o status de atividade essencial à saúde pública. “Quando se tem rebanhos e plantios mais saudáveis significa que tenhamos uma sociedade mais saudável”, disse Leite, lembrando que os concursados do Idaf se mobilizaram pelo PL.

O projeto de lei deve ir para análise do plenário da Casa Legislativa na quarta-feira, 29.