Cliente assassina dono de bar por discordar de R$ 2 na conta

Proprietário foi morto a facadas; população do entorno viu o crime e tentou linchar o suspeito, que fugiu para uma mata e foi localizado pela PM

O dono de um bar, de 48 anos, foi morto a facadas em um desentendimento com um cliente, na noite de domingo (19), em Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte. Quem golpeou o proprietário do estabelecimento foi um homem, de 31, que havia consumido bebida alcoólica no lugar e não concordou em pagar a conta de R$ 12, como informa o boletim de ocorrência da Polícia Militar.

Revoltado com o preço da comanda, que para ele deveria ser R$ 2 mais barata, o suspeito foi até sua motocicleta, estacionada na porta do bar, e puxou um facão escondido debaixo do banco do veículo, dizendo “ninguém me respeita”. Então, ele atacou a vítima, a ferindo na região do tórax.

Ao perceberem o que tinha ocorrido, moradores da região tentaram linchar o suspeito e colocar fogo na moto. Ele foi agredido por algumas pessoas e fugiu para uma mata nas proximidades do bar, no bairro Lagoa dos Mares.

O dono do estabelecimento foi socorrido por uma ambulância do município de Confins, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. A perícia constatou a perfuração no tórax.

A Polícia Militar fez buscas para tentar encontrar o autor, que estava escondido. A arma utilizada no crime não foi localizada. Ao ser descoberto, o suspeito confessou que havia matado a vítima e teve que ser retirado das imediações do local do crime.

Os policiais relatam que as testemunhas continuavam tentando agredi-lo e foi preciso chamar reforço de outra guarnição. Ele já estava com as roupas rasgadas e com diversas escoriações pelo corpo.

Após receber atendimento médico, o suspeito foi preso e encaminhado à delegacia de Polícia Civil.