Agronegócio acreano participa de reunião com Bolsonaro no Palácio do Planalto

Um grupo de empresários acreanos ligados ao agronegócio, participou nesta segunda-feira de uma reunião com o presidente Jair Bolsonaro (PL) e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Teresa Cristina.

Durante a reunião, a ministra da Agricultura anunciou que a Rússia não suspenderá o envio de fertilizantes para o Brasil, como divulgado pela imprensa recentemente.

Jair Bolsonaro disse que a Câmara Federal deve votar brevemente o projeto que libera a exploração de fertilizantes, projeto que o atual presidente defendeu na Câmara em 2008, quando era deputado federal. Após ser votado, a previsão é que esteja apto apenas dentro de dois anos.

“No nosso governo não vamos multar e sim conscientizar os produtores. Não pude mexer na lei de segurança rural, mas demos a liberdade de armação aos produtores”, disse o presidente.

Bolsonaro voltou a lembrar que o agronegócio brasileiro alimenta 20% das pessoas no mundo e que esse ano irá focar na regularização fundiária. Sobre a pandemia, Bolsonaro disse que o Governo Federal gastou apenas em 2020 o comparativo a 20 anos de Bolsa Família, apenas com o Auxílio Emergencial.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também participou da reunião e parabenizou o agronegocio.

Temos que virar a página da pandemia e acreditar no agronegócio, o Brasil ainda vai surpreender muito por ser o celeiro do mundo.

Segurança jurídica

O tema da segurança jurídica também foi discutido durante a reunião. Foi durante o governo Bolsonaro que as invasões das fazendas por parte do MST caíram de forma histórica, graças à política de incentivo às armas, titulação de terras de assentados e corte de dinheiro para ONGs ligadas a movimentos neutralizaram as ações dos movimentos sem-terra.

Participação do Acre na reunião

O fazendeiro Jorge Moura, símbolo do agronegócio no Acre e cotado como pré-candidato ao Palácio Rio Branco, disse que o estado deu a maior votação proporcional do Brasil ao presidente Bolsonaro e que isso se repetirá novamente. “O Acre vive um novo momento de felicidade em ter esperança”, disse Jorge.

O pecuarista Fernando Zamora parabenizou o Acre, que tinha a maior comitiva do evento em visita presidencial ao Palácio do Planalto.

O empresário e pecuarista Rodrigo Pires comentou que o agro está à disposição para coordenar a campanha presidencial e destacou que temos que eleger senadores e deputados federais que sigam o projeto Bolsonaro.

“Só assim vamos virar a chave do Acre fazendo que as pessoas não queiram ir embora e voltem a ter orgulho do Acre”, disse Rodrigo.