VÍDEO: pai grava confissão de como matou filho a facadas

Alves Motim, 58 anos, gravou um vídeo em que confessa ter matado o seu filho Weberson Correa Motim, 28 anos. O crime ocorreu na Grande Vitória (ES), em 13 de novembro.

Após levar facadas de Wilson, o jovem chegou a ser socorrido, mas não resistiu. No vídeo, o pai afirma que nunca teve a intenção de matar o filho. Segundo Wilson, o caso foi resultado de uma reação às supostas agressões de Weberson contra a esposa e o enteado.

“Alguém na rua viu que ele estava brigando com a esposa, segundo fiquei sabendo. Desceram dois caras do carro e bateram nele. Chegou em casa sangrando, pedi para ele entrar para dentro de casa, tomar um banho, dormir e descansar”, contou Wilson.

Em casa, uma discussão entre os dois evoluiu para uma briga que provocou a morte do rapaz.

“Depois, ele pegou o celular da esposa, tacou no chão e começou a agredir fisicamente a esposa e a criança, enteado dele. Eu entrei pra separar a briga, ele me pegou pelo pescoço e tivemos uma luta corporal, onde ele desferiu vários socos na minha cabeça. Eu já não estava aguentando mais. Ele me deu uma gravata e vários socos”, relata Wilson.

Quando Wilson tentou fugir de carro, Weberson foi atrás e deu socos no vidro do veículo. O pai conta que nesse momento reagiu e golpeou o filho com uma faca.

“Ele chegou dando vários socos no vidro da porta do meu carro e eu saí e acabei dando uma facada nele e tirei a vida do meu próprio filho”, disse.

Veja a seguir o vídeo gravado por Wilson com a sua versão do acontecimento:

 

Até a publicação desta reportagem, as polícias Militar e Civil não haviam divulgado informações sobre a prisão de Wilson.