Quadrilha de taxistas é investigada por fraudar máquinas de cartão

Há dois anos, segundo investigações da polícia, uma quadrilha de taxistas atua com fraudes em cartões de débito e crédito para aumentar valor da corrida no Rio. O maior alvo do grupo seria pessoas idosas.

Na sexta-feira (27/8), ao cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça, agentes da 19ª DP (Tijuca) apreenderam R$ 20 mil em dinheiro e máquinas de cartões.

De acordo com a polícia, os investigados adulteravam o visor da máquina para impedir que as vítimas visualizassem o valor lançado. O responsável pela adulteração ficaria com 40% do montante arrecadado, enquanto que o taxista, autor do golpe, ficaria com 60% da quantia obtida.

“Uma forma de prevenir a execução desse tipo de golpe é adoção de aplicativos que informem imediatamente, geralmente via SMS, os lançamentos nos cartões de créditos e os débitos, o que viabiliza a checagem imediata da discrepância dos valores lançados”, orientou o delegado Gabriel Ferrando.

De acordo com o delegado, chamou a atenção o número de vítimas do golpe. Foram feitos em média de oito a nove registro no último mês.

 

Via Metrópoles

COMPARTILHAR