PL de deputado acreano permitirá que candidato com até 45 anos ingresse na PM e Corpo de Bombeiros

O deputado estadual Jenilson Leite (PSB) apresentou um projeto de lei (PL) que visa aumentar a idade mínima para ingresso na Polícia Militar do Acre e Corpo de Bombeiros.

O objetivo do parlamentar é alterar o requisito de idade máxima exigida para ingresso no serviço militar, que atualmente na matrícula é 30 anos.

Com a mudança, o concorrente precisaria ter no máximo 35 anos de idade no ato da inscrição do concurso para ingresso como aluno soldado ou aluno oficial do quadro de combatentes da Polícia Militar ou Corpo de Bombeiros Militar.

Ademais, no mesmo projeto, Jenilson pretende aumentar a idade máxima para 45 anos no ato da inscrição, para ingresso no quadro de oficiais militares de saúde das respectivas corporações. “Temos que ter em mente que podemos estar limitando a o sonho de famílias”, justificou.

O parlamentar diz que a proposta foi encaminhada para o Instituto de Previdência do Acre/Acreprevidência e ao Comando da Polícia Militar para análise de possíveis impactos que a mudança poderia acarretar ao Estado e, o comandante da PM disse que, em um primeiro momento, não vê impossibilidades, mas que analisará melhor.

COMPARTILHAR