Amigos de Allan Costa promovem campanha para custeio de implante no fêmur

Natural de Mâncio Lima, o jovem Allan Costa, 38 anos, precisa com urgência de cerca de R$ 100 mil para realizar um implante no fêmur. Devido ao elevado valor, o jovem conta com a solidariedade dos amigos e familiares para arrecadar parte do dinheiro e custear a  cirurgia fora do Estado.

Allan possui uma doença chamada Osteonecrose, e por conta da enfermidade já perdeu alguns movimentos do corpo. A osteonecrose, também chamada de necrose avascular ou necrose asséptica, é a morte de uma região do osso quando o seu suprimento de sangue é interrompido, havendo um infarto ósseo, o que causa dor, colapso do osso e pode provocar uma artrose grave

Os interessados em ajudar o jovem podem acessar o link: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-alan-alan-almeida-costa

Outra modalidade de ajuda é por meio do PIX ou transferência bancária: Pix:  68999493067. Transferência bancária: conta poupança:797482937-1 agência: 0534 OP:1288

Nas redes sociais, o jovem conta um pouco de sua luta contra a enfermidade, que já vem desde 2017. Confira:

Olá, amigos!

Meu nome é Alan, tenho 38 anos e fui diagnosticado com Osteonecrose na cabeça femoral em razão do uso prolongado de medicamentos para tratar uma alergia.

Sempre vivi intensamente e como qualquer outra pessoa levava uma vida normal, praticando esportes, malhando, trabalhando, me divertindo e principalmente, ajudando o próximo.

Porém, no final de 2017 comecei a sentir as primeiras dores, dores essa que foram se intensificando ao longo dos anos. Essa doença limita os movimentos devido à dor e o cuidado que se deve ter para evitar o colapso da cabeça do fêmur. No início de 2018 procurei o médico pela primeira vez e o mesmo me diagnosticou com a doença, mas até então conseguia levar uma vida normal, pois os meus movimentos ainda não estavam comprometidos.

Foi em 2020 que percebi o agravamento, quando percebi que estava com dificuldades para fazer coisas simples da vida, como subir escadas, amarrar os sapatos, sentar, levantar e vestir-me. Procurei novamente o médico que ao perceber esse agravamento aconselhou-me a fazer cirurgia para colocação de prótese no quadril, tendo em vista que com o avanço do estágio da doença havia progredido do nível II para o nível IV e havia também a impossibilidade de regeneração do osso comprometido.

Feito isso meu médico encaminhou-me para o TFD para pleitear uma cirurgia fora do estado, porém, em razão da pandemia me foi negado. É importante esclarecer que a cirurgia em questão não está sendo realizada no estado por falta do material necessário, e mesmo que estivesse sendo feita existe uma fila quilométrica, com pacientes aguardando há 10 anos ou mais.

A cirurgia pode ser realizada num único hospital de Rio Branco ao custo de 130 mil reais os dois lados. Fiz outros orçamentos fora do estado e encontrei valores entre 90 e 100 mil reais.

Por isso amigos, venho através dessa vaquinha encarecidamente solicitar a ajuda de todos vocês para que eu possa realizar a cirurgia e retomar a minha vida com qualidade, sem dores e podendo fazer o que sempre gostei.

PRECISO ESTAR BEM, PARA AJUDAR QUEM PRECISA DE MIM.

Conto com a ajuda de todos. Caso queiram ver os laudos e exames ou entender mais sobre a doença estou super disponível.

Que Deus nos abençoe!

COMPARTILHAR