Silene Siqueira nega convite de Jonas Lima para ser candidata a deputada estadual

Olá, caro leitor! Preparado para se aprofundar nos assuntos da política acreana? Anote ai mais uma coluna do Josemir Melo, falando da política estadual e municipal.

Hoje vou falar primeiro da política local, e ao final a gente fala da política estadual.

Venham, filhinhos

Ao contrário do que muita gente pensa, o prefeito Isaac Lima é bom de conversa. Ele usa o discurso olho no olho para aninhar aqueles que estavam debandados do ninho do Executivo.

OS BONS FLUÍDOS dos rios Môa e Azul, ao que parece, serviram para unir novamente o vereador Jean Almeida ao prefeito Isaac. Os dois faziam parte de uma comitiva que entregou donativos aos ribeirinhos. Basta olhar as fotos da viagem para ver o sorriso de felicidade dos dois, ao lado dos eleitores.

QUEM TAMBÉM ESTÁ se achegando ao prefeito Isaac é Zeca do Pentencostes, que saiu do PT em 2020 para se filiar ao MDB. Tão logo foi eleito, voltou para os braços do Isaac, dando um “banho de cuia” na turma do MDB. Zeca do pentencostes foi tão esperto ao ponto de tomar a vaga do experiente Manoel Medeiros, presidente do MDB, que poderia está em seu terceiro mandato de vereador, caso não tivesse convidado Zeca.

PAPAI ISAAC

Muitos ribeirinhos estão apelidando o prefeito de “papai Isaac”. Aliás, Isaac tem “enchido a barriga” de milhares de pessoas às margens dos rios com entrega de mil cestas básicas nos últimos meses.

ESTIMA-SE QUE AINDA virão outras duas mil cestas básicas. Muitos desses donativos são de órgãos de fora do município, a exemplo do Ministério Público e Governo Estadual, porém, “Papai Isaac” é quem sempre leva a fama. Alíás, Isaac não perde uma oportunidade de aparecer nas fotos entregando os donativos.

ONDE ANDA ELA?

Silene Siqueira anda bem, obrigadaaa! A loira arregimentou uma secretaria na prefeitura de Cruzeiro do Sul, ao lado do progressista Zequinha Lima.

ELA DISSE NÃO

Pessoas próximas a Silene Siqueira disseram à coluna que ela rejeitou o convite do cunhado Jonas Lima para ser candidata a deputada estadual, com o apoio da família Lima. Jonas pretende ser candidato a deputado federal.

Silene é do tipo que não se dobra e não desiste. Vai se preparar ainda mais para ser candidata a prefeita em 2028.

PARA 2024, os nomes do progressista são Caissa Siqueira e Vereador Evandro. Esse último vem realizando um trabalho de excelência na Câmara de vereadores.

já o MDB tem como figura principal o empresário Chicão. Ocorre que após a eleição, Chicão ficou “baqueado” financeiramente e tem mais perfil para o ramo do negócio do que para a política.

Cadê tu sumido?

O ex-prefeito Cleidson Rocha sumiu do mapa. Após a eleição não aparece mais publicamente em Mâncio Lima. Dizem que o Doutor anda reclamando que depois que perdeu o poder poucas pessoas o procuram. O homem está com pouco prestígio.

#FicaObetânio

Nos últimos dias, o assunto mais falado em Mâncio Lima foi a permanência do delegado Obetânio em Mâncio Lima. Em um comentário na rede social da prefeitura de Mâncio Lima um internauta postou: Obetânio para prefeito de Mâncio Lima já!

Pelo visto em 2024, a eleição em Mâncio Lima será bem interessante. Daqui até lá tem muita água para passar por debaixo da ponte.

Com relação à politica estadual, convido os leitores a acompanhar a coluna do Crica. A meu sentir a melhor de todas.

CASO se confirme, como tudo indica, de que a “CPI da Educação” será instalada na Assembleia Legislativa, pessoalmente o governador Gladson Cameli não tem o que temer, porque não teve participação em nenhum dos escândalos registrados na Secretaria de Educação. Mas, existem dois outros aspectos a serem considerados, e que devem ser preocupantes para ele: seja qual for o resultado da CPI, de uma forma ou de outra mexe com a imagem do seu governo, abre flancos.

Não se pode fugir disso. A CPI também escancara o esfacelamento da aliança que o elegeu governador. Quatro dos deputados que estão apoiando a CPI, estavam no seu palanque: Meire Serafim (MDB), Antônia Sales (MDB), Neném Almeida (sem partido) e Roberto Duarte (MDB).

Este fato comprova, ainda, o que já foi comentado neste BLOG: que se passou da metade do governo e o governador Gladson não conseguiu formar uma base de apoio com conselheiros políticos experientes, capazes de evitar mais defecções. Ao contrário, a sua base derreteu. Em cima destes dados o governador deve se debruçar daqui em diante, para reconstruir pontes, o próximo ano é o ano eleitoral.

Essa sua decisão de levar o secretário de Saúde, Alysson Bestene, para ser o seu articulador político, é uma pegada inteligente, a saber se vai escutar o que lhe será dito, ou vai continuar tomando decisões na base do emocional. A base do governo é uma roupa velha que encolheu. E, 2022 está próximo, ouvindo a conversa.

GANÂNCIA E FANATISMO

O GOVERNADOR Gladson Cameli tomou uma decisão perigosa, numa pandemia que não regrediu, na capital. Está abrindo tudo. Não segurou as pressões. Foi uma vitória da ganância empresarial, e do fanatismo religioso.

NÚMERO ALTO

ONTEM, aconteceram mais 12 óbitos. Fato a lamentar.

CADA QUAL NO SEU QUADRADO

ENTÃO, vamos aguardar para saber no que isso vai refletir nos números da pandemia. E, cada qual no seu quadrado.

UMA COISA SEI

CASO com a abertura geral do comércio a pandemia fuja do controle, com o aumento dos casos de infecção, a turma que fica no seu cangote pedindo a abertura, não vai assumir a responsabilidade. Vai tudo para o seu colo.

FAVAS CONTADAS

ESTE BLOG deu ontem em primeira mão que a oposição tinha nove assinaturas (são necessárias oito), para abrir a “CPI da Educação”. Cada qual, que coma o angu feito.

CURIOSIDADE POLÍTICA

A CPI vem comprovar, o que este BLOG já publicou: a adesão do MDB ao governo foi papo para boi dormir. A bancada do MDB, na ALEAC, formada pelos deputados Roberto Duarte, Meire Serafim e Antonia Sales apoiam a CPI. O que foi para o governo, foi um pedaço do MDB.

O QUE MAIS SE ESCUTA

O QUE mais se escuta de velhos emedebistas é que o acordo de desembarque no governo, na verdade, só beneficiou duas figuras do partido, que ficaram com os cordéis da SEDUR e da Agricultura: Flaviano Melo e Márcio Bittar. Por isso, tinha tudo para não dar certo.

RESPOSTA NA BUCHA

SOBRE a frase do líder do governo, deputado Pedro Longo (PV), de que “o povo não quer CPI, quer saber quando vai tomar a vacina”, teve uma resposta na bucha do deputado Roberto Duarte (MDB): “A população não quer saber de corrupção, bem como ainda, quer saber quando vai se vacinar.”

COMENTÁRIO LÚCIDO

QUEM fez uma análise lúcida sobre o derretimento da base do governo, foi o senador Márcio Bittar (MDB), quando comentou que, se levou 20 anos para tirar o PT do poder, e que em dois anos a base governista implodiu.

NINGUÉM PODE NEGAR

NÃO SE pode negar que o senador Márcio Bittar (MDB) foi um defensor intransigente da candidatura única do grupo á PMRB. Não foi escutado, e o caldo desandou

FALTOU SERENIDADE

O SENADOR Márcio Bittar (MDB) está correto. Faltou serenidade ao grupo que chegou ao poder, para definir uma candidatura única a prefeito de Rio Branco. Saiu cada um para o seu lado, e a implosão foi consequência.

NÃO CABE CRÍTICA

SÓ sabe o valor de receber 150 reais, quem não tem renda fixa para comprar alimentos, por isso não cabe crítica alguma a ajuda dada pelo governo do Gladson.

LEI DO BEM

O LAUDO médico que atesta o Transtorno do Espectro Autista, depois do projeto aprovado pelo deputado Daniel Zen (PT), tem agora validade por tempo indeterminado em todo o estado. É uma decisão a ser registrada como positiva, e de alcance social. Registro com satisfação.

CORRER PARA O ABRAÇO

CONVERSANDO ontem com um velho amigo de grande experiência política, este previu que, se tivermos quatro candidatos ao Senado de partidos adversários do PT, o ex-senador Jorge Viana (PT) pode correr para abraçar a taça.

MATEMÁTICA

ENQUANTO o PT terá no Jorge Viana o único nome ao Senado, seus adversários vão pulverizar os votos dos seus nichos eleitorais. Não está errada a análise do velho amigo.

DNIT QUASE PARADO

A RECLAMAÇÃO é geral sobre as péssimas condições em que se encontra a rodovia Rio Branco-Cruzeiro do Sul, e não se vê um movimento intenso do DNIT para sua recuperação, apenas ações pontuais.

TROCO PARA O CHIMARRÃO

O QUE já foi gasto nesta rodovia para Cruzeiro do Sul daria para fazer uma rodovia de Rio Branco até o Rio Grande do Sul, completamente asfaltada. Ainda sobraria algum trocado para o chimarrão.

O QUE É A POLÍTICA?

QUEM É QUE diria que, o Lula voltaria a ressurgir no cenário nacional, como forte candidato a presidente, depois de todos os escândalos, protagonizados pelo seu partido? A política tem coisas que não se explicam.

ALGO EM COMUM

O CASSADO deputado Josa da Farmácia (PODEMOS) e o deputado André da Droga Vale (PRB), que o sucedeu, têm algo em comum: são ausentes da tribuna da ALEAC.

DESDE QUANDO LIGOU?

BOBAGEM, a denúncia do deputado federal Léo de Brito (PT) contra o Bolsonaro por tirar férias na pandemia: primeiro, que não é ilegal; e segundo, tanto faz estar de férias ou não, o presidente nunca deu bola para a pandemia. Tipo da denúncia para encher linguiça.

FRASE MARCANTE

“Rir é o melhor cosmético para o seu exterior e a melhor medicina para o seu interior”. (Phil Bosmans).

COMPARTILHAR