Polícia Civil prende homem que sequestrava, torturava e matava suas vítimas em Mâncio Lima

O incansável trabalho da Polícia Civil no município de Mâncio Lima, coordenado pelo delegado José Obetânio concatenado com seus agentes, colocou mais um criminoso altamente perigoso na cadeia. Na manhã deste domingo, 28, uma operação conjunta entre policiais civis das cidades de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul resultou na prisão de O.S.S., 25 anos.

O homem, que é membro de organização criminosa, responde pelos crimes de tráfico de drogas, sequestro, tortura, ocultação de cadáver e por dois homicídios ocorridos na cidade de Mâncio Lima em coautoria com outros criminosos, que já se encontram presos.

Segundo o delegado Obetânio, o criminoso preso hoje é de alta periculosidade, pois ele era encarregado de ceifar a vida de membros de outra organização criminosa. No momento da prisão dele, policiais encontraram uma lista com nomes de pessoas que supostamente deveriam ser mortas por fazerem parte de facção rival.

As investigações apontam que essa lista foi obtida pelo criminoso ao torturar e depois matar um homem na Cohab do bairro São Francisco em Mâncio Lima. Após cometer uma série de crimes, o criminoso fugiu de Mâncio Lima, se escondendo nas cidades de Guajará – AM e Cruzeiro do Sul.

Após um exitoso trabalho dos agentes de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul, tendo a coordenação dos delegados José Obetânio e Rômulho Carvalho, foi possível chegar a uma casa no bairro Sabueiro em Cruzeiro do Sul e prender O.S.S., que após ser interrogado será enviado para o presídio.

Obetânio ressalta que o trabalho da Polícia Civil se faz com cautela e convicção para garantir a condenação pela justiça desses criminosos. “O cangaço que estava se construindo em Mâncio Lima caiu por terra. Quem cometeu crimes aqui está com os dias contados, pois macaco não come banana verde, pois se comer as consequências irão chegar” parafraseou a autoridade policial.

Ascom/Polícia Civil

COMPARTILHAR